ENTRE EM CONTATO
CS cinza claro.png

Dra. Cláudia Savassi Guimarães Hadade

Médica Dermatologista
CRM 122.814

Rua Bandeira Paulista, 530  Itaim Bibi  São Paulo/SP
1º Andar Conj. 11 e 12 

ver mapa

Atendimento de segunda a sexta das 8 às 21h

Telefone:

55 11 3071-2040

Whatsapp:
55 11 97090-4125

Como podemos ajudar?

Dúvidas, comentários e sugestões:

  • Preto Ícone Instagram

2019 Desenvolvido por Consutti para Dra. Cláudia Savassi

Dermatologia para Estética e Bem Estar

 

ENVELHECIMENTO DA PELE E DAS MÃOS

O envelhecimento é um processo natural que começa acontecer a partir do nosso nascimento. Estudos mais recentes apontam que os primeiros sinais de envelhecimento começam a ficar visíveis a partir dos 20 anos. 

 

A epiderme não possui vascularização própria, ou seja, depende da hidratação que provém da derme e também do ambiente. Por isso os cuidados para protegê-la da perda de água são fundamentais, assim como repô-la, através de ativos hidratantes como ácido hialurônico. A má alimentação, cigarro e estilo de vida são causas importantes para o envelhecimento. Porém, o excesso de exposição solar associado à falta de proteção é a principal e maior causa dos danos na pele.

As mãos envelhecem tanto ou mais rapidamente que o resto do corpo. Estão expostas ao sol quase sempre além de terem contato direto com produtos químicos que podem acelerar esse processo. Por isso, é de extrema importância dar atenção às mãos tanto quanto a que se dá ao rosto.

CELULITE

Lipodistrofia Ginoide é o nome técnico e correto da "celulite’, já que o termo também se refere à infecção bacteriana do subcutâneo, mas fora da esfera médica o termo já está consagrado.

 

A celulite é uma alteração causada pelo acúmulo de gordura, água e toxinas nas células, fazendo com que essas células fiquem cheias e endurecidas, deixando o local com desníveis (ondulações e retrações) e nódulos, que se manifesta externamente através dos furinhos indesejados na e/ou em "casca de laranja". É causada por alterações no tecido gorduroso sob a pele, em conjunto com alterações na microcirculação e consequente aumento do tecido fibroso. Até hoje não existe uma cura para a celulite, porém vários tratamentos e abordagens tem apresentado resultados satisfatórios.

GORDURA LOCALIZADA

A gordura localizada se forma em alguns lugares específicos do corpo, como quadril, flancos (pneuzinhos), barriga e costas, áreas difíceis de serem exercitadas. Na maioria das vezes, se forma quando a pessoa não tem uma dieta saudável, pelo sedentarismo, ou por problemas hormonais. Isso acontece porque o organismo armazena gordura para os momentos em que necessita, causando essa formação. Hoje em dia existem aparelhos e técnicas que ajudam a contornar esse problema.

ESTRIAS

As estrias são cicatrizes que se formam quando há destruição de fibras elásticas e colágenas na pele, normalmente causada por um estiramento da pele. As linhas são formadas por causa da diminuição da espessura da derme e da epiderme. Podem ocorrer por causa de gravidez, aumento de peso, colocação de prótese mamária, uso de anabolizantes, ou por fatores hormonais como o uso de estrógeno e hormônios adrenocorticais. Embora não tenha cura, várias tecnologias estão disponíveis para melhorar sua aparência.

FLACIDEZ

A flacidez é a falta de firmeza da pele, que acontece por conta de vários processos internos. A principal causa desse problema é genética e se pronuncia durante o  envelhecimento natural da pele. Com o passar dos anos, é normal as pessoas apresentarem uma perda e diminuição das fibras de colágeno e elastina, que são os tecidos que dão sustentação e firmeza à pele. Aos 50 anos de idade, o organismo produz somente 35 a 40% do colágeno necessário para deixar a pele firme. No resto do corpo, muitas vezes a flacidez se deve também ao sedentarismo. A diminuição do tônus muscular, decorrente da falta de atividade física também contribui para o problema.

A exposição solar excessiva e o tabagismo aumentam a degradação de colágeno. Fatores hormonais, agravados especialmente após a menopausa, são outros responsáveis pela flacidez. Vários aparelhos e técnicas são usadas com sucesso para amenizar o problema. 

FLACIDEZ DO LÓBULO DA ORELHA

Com o passar dos anos, é comum que o lóbulo da orelha fique mais flácido e murcho. Isso até impede o uso de brincos, pois eles ficam caídos, e brincos mais pesados mostram o rasgo da orelha, o que incomoda muito a mulher.

A orelha flácida precisa de preenchimento, de volume. O volume natural perdido precisa ser reposto e essa reposição é feita com aplicação de substâncias preenchedoras.

OLEOSIDADE DA PELE

É uma das principais queixas entre os homens. Como possuem níveis testosterona dez vezes maior do que nas mulheres, a produção sebácea é duas vezes maior. Estes fatores podem ocasionar desconforto, uma sensação desagradável de estar sempre com o rosto sujo, brilhante e oleoso.

Para muitos homens, o excesso de secreção sebácea não é apenas um problema estético. Drenado para a superfície da pele, o sebo fecha os poros, causando inflamação, espinhas e acaba gerando cicatrizes. Os poros obstruídos impedem a saída normal dos pelos da barba. O resultado é o encravamento de pelos, que podem inflamar pela ação de bactérias e virar foliculite.

PELOS INDESEJADOS

Todas as mulheres possuem pelos no rosto, mas geralmente a textura deles é bem fininha e de cor clara, deixando-os quase imperceptíveis quando vistos de longe. Em alguns casos, um excesso de pelos mais grossos ou aparentes pode surgir. Esse acontecimento é conhecido como hirsutismo e não é perigoso, mas pode ocasionar constrangimentos. Nessas situações, os pelinhos não aparecem no nosso rosto à toa, sendo estimulados pelo desequilíbrio hormonal. O dermatologista deve investigar mais a fundo o que pode estar acontecendo para que você se cuide da forma correta.

Os pelos do rosto e corpo de mulheres e homens podem ser um incomodo. Além da estética, podem causar odor quando excessivos e também foliculite. Hoje em dia isso pode ser tratado com laser e luz pulsada.