Fale conosco pelo WhatsApp

Saiba 5 tipos de tratamentos para gordura localizada

Pessoa passando aparelho em barriga de mulher deitada
Imagem meramente ilustrativa (Banco de imagens: Shutterstock)
Por: Publicado em 21/04/2022

As indesejadas gorduras localizadas podem ser removidas através de diferentes técnicas

 Uma das principais inimigas da autoestima de milhares de pessoas é, sem dúvida, a gordura localizada. De difícil combate, esse problema nem sempre pode ser evitado mesmo através da prática regular de exercícios físicos e de uma dieta balanceada, e quando surge, traz muitos incômodos estéticos.

A boa notícia é que, hoje, existem diversos tratamentos para combater a gordura localizada. No entanto, a orientação do melhor tipo de procedimento para o seu corpo deve ser recomendada pelo médico de sua confiança.

Se mesmo com atividades físicas como caminhada ou ciclismo e uma alimentação rica em verduras, legumes, frutas e carnes magras, que fuja de alternativas industrializadas e gordurosas, a gordura localizada não desaparecer, talvez seja o momento de procurar uma clínica de dermatologia. Conheça, abaixo, cinco tipos de tratamento para resolver esse problema.

01 – Lipocavitação

A lipocavitação é um tratamento estético muito eficaz no combate à gordura localizada. Ele é utilizado para destruir a gordura acumulada em regiões como barriga, costas, coxas e culotes.

Resumidamente, a lipocavitação é feita através da aplicação de um gel na região a ser tratada. O produto é espalhado através de um equipamento, em movimentos circulares. O instrumento emite ondas similares às do ultrassom, capazes de penetrar as células adiposas, promovendo sua destruição.

Além do mais, o procedimento favorece a eliminação dos resíduos celulares através da corrente sanguínea, favorecendo seu suprimento pelo próprio organismo. A quantidade de sessões varia de acordo com a região tratada, além da quantidade de gordura acumulada no corpo.

Podem ser necessárias até mesmo dez sessões. A drenagem linfática costuma ser indicada na sequência do tratamento estético, além da prática de atividades físicas aeróbicas.

02 – Criolipólise

A Criolipólise foi desenvolvida por estudiosos da Universidade de Harvard, ela faz uso de baixas temperaturas para destruir a gordura localizada. O instrumento é posicionado na superfície da pele para que a camada adiposa seja congelada até temperaturas abaixo de zero.

Através do contato com a baixa temperatura, as células de gordura se rompem por completo. Como consequência, o corpo interpreta que os adipócitos não pertencem mais ao organismo, expelindo-os naturalmente.

Com até três meses subsequentes à sessão, cerca de 20% a 25% da gordura localizada da região tratada é eliminada. O tratamento é contraindicado a grávidas, a quem possua tumores na área a ser tratada e a intolerantes ao frio.

03 – Endermologia

Esse procedimento realiza um tipo de sucção do tecido tratado, destruindo as células adiposas, ou provocando ainda o seu remodelamento. Além disso, a técnica destrói fibras enrijecidas, que formam os nódulos de celulite em um grau avançado. Este estímulo, evidentemente, melhora a drenagem dos líquidos de todo o corpo.

A endermologia, além de combater a gordura localizada, é indicada para tratar celulite e reafirmação cutânea. Os resultados podem ser sentidos depois de dez sessões da técnica.

04 – Radiofrequência

Este tratamento é uma indicação tanto para o corpo quanto para o rosto. Trata-se de um laser especial, capaz de elevar a temperatura da cútis de 36º C até 42º C. O equipamento atinge as camadas de colágeno e as fibras musculares, trazendo uma pele mais saudável, além de combater a gordura localizada com eficácia.

Essa metodologia não é recomendada para pacientes que apresentam tumores na região a ser tratada, gestantes e utilizadores de próteses ou DIU de cobre.

05 – Ultrassom

Com o aparelho de ultrassom, são emitidas ondas sonoras capazes de promover vibrações mecânicas em todos os tecidos subcutâneos. As vibrações aumentam a circulação local, alterando a permeabilidade da membrana celular de gordura, trazendo como consequência o extravasamento de seu conteúdo, que é expelido do organismo na sequência.

O tratamento é considerado bastante eficaz e ainda pode ser associado a outros procedimentos, até mesmo medicamentosos. Existem medicamentos lipolíticos que auxiliam na eliminação da gordura localizada.

Agende o seu atendimento e conheça os procedimentos oferecidos pela Dr. Claudia Savassi.

Fontes:

Dra. Claudia Savassi

Sociedade Brasileira de Dermatologia

Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica